Frederico Rochaferreira

Biografía

Frederico Rochaferreira é um pensador brasileiro, natural de Teresópolis - Rio de Janeiro. Ainda muito jovem teve contato com as obras de Erich von Däniken e os clássicos gregos, que viriam a influenciar suas investigações históricas e filosóficas. Suas obras refletem duas preocupações distintas. A primeira, com a fragilidade da construção ética nas sociedades pouco desenvolvidas, onde afirma que o homem e o meio se retroalimentam ou na limitação ou no desenvolvimento, num ciclo que pode ser muito duradouro. A segunda de suas preocupações é a natureza de questões históricas, aquelas que se fixaram no imaginário dos homens, ora como verdadeiras, ora como nebulosas, mas que sempre pairaram como duvidosas. Frederico Rochaferreira é autor de “A Razão Filosófica”, (Multifoco – RJ) onde Investigando as obras de alguns dos mais importantes pensadores de todos os tempos, nos guia através dos dilemas mais inquietantes da história. Em “A Razão Filosófica”, ele tira dos historiadores e dos filósofos o pensamento histórico e filosófico e os coloca no centro de nossa humanidade, como uma recompensa ao nosso mais profundo esforço para o entendimento. “A Ética dos Miseráveis”, (amazon– Brasil) reflete as ações marginais dos homens contra o próprio homem numa estupidez sem fim. É um livro que levará o leitor a refletir profundamente as consequências trágicas da ausência de valores intelectuais, éticos, estéticos e morais no homem. Em, The Strange Art of Thinking, Frederico Rochaferreira expõe com rara habilidade, reflexões e pensamentos acerca dos mais variados temas. “Por que o Brasil não tem filósofos?”, é um pequeno ensaio que compõe a Antologia Portuguesa “ECLÉTICA”, (Edições Colibri – Lisboa) onde o autor expõe as razões da ausência de grandes pensadores no Brasil. Suas obras demonstrarem uma linha específica de pensamento que pode ser fixada entre o exame da razão prática e a metafísica, talvez por isso, o filósofo afirme que não está comprometido com nenhuma corrente filosófica, método ou ideologia, a não ser com as duas ordens de razão a que submete seus escritos. Assim, por submeter seus escritos somente aos caprichos da razão ou das razões, Frederico é considerado o filósofo da razão, raciocínio que fica claro quando diz; “a busca pelo conhecimento não deve se limitar somente às experiências práticas, como pretendia John Locke, deve ir além e avançar às experiências metafísicas. Desse modo, toda e qualquer busca, pelo conhecimento passa não só pela observação do mundo, mas também pela observação da mente”.

Premios

Frederico Rochaferreira tem artigos publicados em diversos veículos de imprensa do Brasil, como; Le Monde Diplomatique, Carta Capital, Terra Networks, Estadão, Ag. Globo, Infomoney, Exame-Abril,Band.com,Justificando,Blasting News-Brasil, entre outros. É autor da Ed. Multifoco - Brasil, Edições Colibri - Portugal, recebeu o Troféu Cora Coralina de Honra ao Mérito Literário, da Academia de Letras de Goiás, Medalha Fernando Pessoa de Honra ao Mérito e Troféu Melhores do Ano/2016-Literarte, Medalha de Honra ao Mérito e Comenda Barão de Ayuruoca, do Instituto Cultural Barão de Ayuruoca e Troféu Carlos Drumond de Andrade. É especialista em Reabilitação pelo Hospital Israelita Albert Einstein e membro da The Oxford Philosophical Society.

Deja un comentario

Estás comentando como invitado.

El envío de comentarios está sujeto a los siguientes Términos de uso.